GLACÊ REAL

Apr 18th
glace real 1
FacebookTwitterPinterest

Muito antes da invenção da pasta americana, os bolos eram cobertos com uma mistura de claras, açúcar e suco de limão. Cobria-se o bolo inteiro com uma grossa camada deste glacê deixava-se secando por dias. Em 1840 foi usado para cobrir o bolo de casamento da Rainha Vitória. Assim que passou a ser conhecido como glacê real. Hoje em dia é mais utilizado para decorações sobre a pasta americana. Quando bem utilizado, valoriza o bolo.  Além de ser um método bem rápido de decorar. É importante que a receita e a consistência estejam de acordo com a utilização. Veja as dicas para utiliza-lo em trabalhos de escrita ou detalhes, aplicados diretamente sobre o bolo. 

  1. É importante que a receita e o modo de fazer estejam de acordo com esta utilização – veja aqui
  2. A consistência correta é fundamental para um bom resultado – o glacê deve estar firme, sem escorrer da espátula, porém macio e brilhante.
  3. Utilize apenas corante em gel comestível para tingir. Tenha em mente que cores mais escuras necessitarão de muito mais corante e talvez precise de um pouco mais de açúcar no preparo. Para tingir com cores escuras, coloque o corante no final do preparo, ainda na batedeira, e vá adicionando até estar satisfeito com a cor (o glacê tende a escurecer um pouco mais depois de alguns minutos). Se necessário acrescente mais açúcar e bata mais um pouco.
  4. Para um bom resultado é fundamental que não tenha nenhum resíduo de gemas nas claras – separe com cuidado, de uma em uma, e descarte caso caia alguma gema.
  5. É também fundamental que a tigela e as pás da batedeira estejam totalmente livres de gordura. Não utilize tigelas de plástico. Antes de começar lave muito bem e jogue uma água fervendo para eliminar possíveis traços de gordura.
  6. Assim que terminar o preparo o glacê estará pronto para ser utilizado. Cubra a tigela com um pano úmido. O glacê começa a secar muito rápido.
  7. Utilize sacos de confeitar descartáveis ou cones de papel manteiga.
  8. Para escrever use bico perle 2 ou 3
  9. Para poás, detalhes de linhas ou arabescos use perle 3 ou 4, dependendo do resultado desejado.
  10. Trabalhe sempre com pouco glacê dentro do saco de confeitar. Fica muito mais fácil para controlar e evita que o calor da mão desande o glacê.
  11. Caso ainda não tenha prática, treine antes. Use um bolo falso e decore nas laterais e no topo – retire tudo e faça novamente até estar satisfeito com o resultado.
  12. Se tiver que parar um pouco durante o trabalho, coloque um alfinete (destes  com bolinha na ponta) dentro do bico para prevenir que o glacê seque.
  13. Caso cometa algum erro, se estiver trabalhando com o glacê da mesma cor que a pasta americana, retire imediatamente com um palito e refaça. Caso esteja trabalhando com cor diferente, aguarde secar totalmente e retire delicadamente raspando um alfinete e refaça.
  14. Trabalhe sempre com o bolo na altura dos olhos. Para isto coloque sobre um suporte (de preferencia giratório para facilitar o trabalho).
  15. Segure o saco de confeitar com uma mão e com a outra vá guiando os movimentos.
  16. Apoie o braço que está trabalhando – encontre um suporte como um balde de pasta americana ou alguma coisa que fique confortável e tenha uma boa altura.
  17. Lembre-se que sua mão não é sempre a mesma…ou seja, muda muito de um dia para o outro, portanto tente fazer o trabalho todo no mesmo dia.
  18. Treine muito o seu trabalho antes, vale muito a pena, pois você poderá criar verdadeiras obras de arte com glacê real.