QUANTO COBRAR PELO BOLO

Apr 24th
pasta americana dicas
FacebookTwitterPinterest

A pergunta mais freqüente, especialmente para quem esta começando a trabalhar com bolos é esta – quanto devo cobrar??? A resposta, simples, porém um pouco decepcionante, é – ninguém pode te dizer exatamente o quanto você deve cobrar…assim como vários outros negócios, o valor muda radicalmente dependendo do local em que você se encontra e do público que você atende. Mas como artistas que somos, fica um pouco mais difícil ainda de colocar o preço corretamente. Confira algumas das perguntas mais comuns e as respostas.
P. Será que estou cobrando muito caro pelos bolos?

R. Provavelmente não. A maioria das vezes, especialmente entre quem esta começando, é o oposto. Estão cobrando muito pouco.

P. Como estou começando não me sinto bem em cobrar muito pelo meu trabalho.

R. É normal quando estamos começando de nos sentirmos um pouco inseguras em relação ao trabalho, e portanto hesitantes em cobrar o valor de mercado. Mas lembre-se que você deve ser o principal critico do seu trabalho e quando achar que desenvolveu suficiente habilidade deve cobrar o valor correto. Quando você valorizar e cobrar apropriadamente pelo seu trabalho o seu cliente também vai sentir o mesmo.

P. Aprendi em vários cursos que o correto é calcular o valor dos ingredientes e multiplicar por 3. Está certo este cálculo?

R. Eu sou radicalmente contra este tipo de calculo, pois você vai com certeza cobrar muito menos do que deveria. O custo dos ingredientes não reflete em nada o custo da mão de obra, que no caso de bolos decorados, é muito maior do que o valor dos ingredientes, por melhor e mais caro que sejam. Ou seja, o custo do bolo não tem nada a ver com os ingredientes utilizados mas com a mão de obra especializada e o tempo gasto para fazer a decoração. Portanto economizar nos ingredientes também não é nada aconselhável pois irá perder na qualidade do produto. Cobre um valor que seja justo e te permita utilizar os melhores ingredientes possíveis para não comprometer a qualidade do produto.

P. Devo cobrar o bolo por kilo?

R. Acredito firmemente que NÃO. Sugiro que você cobre por bolo. Para isto utilize a tabela de fatias para determinar o tamanho do bolo. Calcule também quanto irá gastar com ingredientes e a dificuldade e o tempo que irá gastar com a decoração. A partir disto calcule um valor que considere justo e passe ao cliente. Assim ele já sabe exatamente quanto vai pagar pelo bolo e você já sabe exatamente quanto vai receber, sem ter que ficar pesando e se preocupando com isto. Pode parecer um pouco difícil no começo fazer este calculo, porém você logo perceberá a relação entre mão de obra/custo e tudo ficará muito claro. Com isto você também ficará mais segura na hora de passar o valor e terá argumentos para explicar que está cobrando pelo trabalho todo, como um pintor que cobra pela obra completa e não pela tinta e tela que usou.

P. Devo levar em consideração o que outros estão cobrando na minha área?

R. Com certeza é importante fazer uma pesquisa e levar isto em consideração quando for estabelecer os seus valores. Lembre-se porém que quanto melhor e mais diferenciado for o seu produto, também diferenciado deverá ser o valor cobrado. Conhecer os seus clientes também é fundamental.

P. Devo levar em consideração o valor cobrado em padarias ou supermercados na hora de cobrar pelo meu bolo?

R. Não. Neste locais o bolo é feito de maneira totalmente diferente, em grande escala, normalmente utilizando recheios e coberturas com produtos artificiais para aumentar o rendimento e diminuir o trabalho. Não da para comparar com um bolo feito especialmente para determinada ocasião, com os melhores ingredientes e com decoração e acabamentos personalizados.

P. Devo cobrar a mais por um bolo de casamento?

R. Na verdade não exatamente a mais apenas por ser um bolo de casamento.  Mas quando passar o valor do bolo leve em consideração também a entrevista com a noiva e a mãe da noiva (sem contar as amigas), que vai demorar no mínimo 2 horas, a degustação  e também a entrega. Como bolos de casamento são normalmente com vários andares, diferente de um bolo de festa, a entrega também vai ser mais trabalhosa e muitas vezes requer a sua presença. E isto tem um custo extra é claro.

P. E se eu cobrar o valor que eu acho justo e perder a venda?

R. Eu pessoalmente acho muito melhor perder a venda do que trabalhar sem ganhar o suficiente. Além do que não acho interessante ficar conhecida como “aquela pessoa que faz bolos baratos”. Na verdade, um bolo decorado, bem feito do começo ao fim, não pode ser barato. O bolo é a principal atração na mesa, e ficará eternizado em fotos do evento. Portanto, especialize-se, faça o melhor possível e cobre o  justo pelo seu trabalho. Você vai ficar surpresa em ver como os clientes vão reconhecer o valor quando você fizer o mesmo.